Cuide-se na piscina!

23 de junho de 2016

Se você nunca sofreu com esse problema, com certeza tem um amigo ou conhecido que já voltou da praia ou daquela piscina que todo mundo entra sem atestado médico com manchas pelo corpo. Estou errado?

A micose ou o famoso pano branco é queixa constante em meu consultório, então decidi trazer algumas informações práticas pra você passar até pela piscina do clube sem ter maiores problemas, principalmente agora no inverno.

Primeiro de tudo, se você tem manchas suspeitas, com um aspecto esbranquiçado ou avermelhado, com descamação superficial e que podem ter uma coceira, procure seu dermatologista para iniciar um tratamento: muito provavelmente você esta com uma micose.

Conhecida nos consultórios como tinea corporis, também pode atacar apenas as unhas, pés e região íntima. Nesses casos, o paciente não pode ser liberado para a pratica de esportes aquáticos pois esta é uma doença transmissível em locais com agua e nos quais as pessoas passem muito tempo sujeitas a exposição do fungo, como uma aula de natação ou a piscina do condomínio.

Por isso, muitos lugares já adotaram o atestado médico como obrigatório antes de deixarem as pessoas usufruírem das comodidades. Pode parecer chato, mas já pensou o trabalho de você passar pomada todos os dias por um mês ou tomar um medicamento por vários meses? Então, o atestado nem parece tão chato agora, não é?

Segundo conselho, que serve para todas as doenças: não deixe para começar amanhã o tratamento. Quanto mais você esperar, pior a doença vai ficar. Sim, ela se espalha! Então, trate o quanto antes.

E terceiro, sempre se proteja. Só entre em piscinas em que seja exigido de você mesmo o atestado de aptidão a esportes aquáticos, não ande descalço em locais públicos e sempre use um secador após o banho para secar seu corpo, pés e até seus sapatos, pois os fungos adoram um lugar quentinho e úmido.

Só mais uma pergunta: já reaplicou o seu protetor solar hoje?

Deixe uma resposta